Vanuatu (VU)


Vanuatu é um país da Melanésia e ocupa o arquipélago das Novas Hébridas. É formado por cerca de 83 ilhas vulcânicas, das quais somente 65 são habitadas. Estas ilhas estão entre as Salomão e Nova-Caledónia, compondo um grupo insular em forma de „Y“.

Geografia
:
O arquipélago vulcânico estende-se por mais de 1.200 quilômetros no Pacífico Sul e, do ponto de vista geográfico, pertence à Melanésia. Está situado exatamente entre a Placa australiana e a do Pacífica. E, devido aos frequentes terramotos, é uma das regiões mais instáveis do planeta, em que se encontram ainda três vulcões activos submarinos. O último terramoto ocorrido em 2002 provocou um tsunami. Quase todas as ilhas e ilhotas são protegidas por uma barreira de corais e no interior, o terreno torna-se muito elevado e coberto com florestas tropicais. Ao todo há nove vulcões activos e perigosos nesta cadeia insular, formada pelas seguintes ilhas: Espiritu Santo, Malékoula, Efate, Erromango e Tanna. O mais perigoso destes vulcões é o monte Yasur, na ilha Tanna; bem como o Manaro, em Aoba, que entrou em erupção em 2005. O solo magmático é muito fértil, contudo sua exploração agrícola dá-se parcimoniosamente porque é coberto por florestas tropicais intransponíveis. Somente na costa é utilizado pela agricultura.

Montanhas e rios
:
O vulcão de Tabwemansan é a maior elevação de Vanuatu, com cerca de 1.877 metros, na ilha de Espiritu Santo. O Le Jourdain é o maior rio do país, também localizado na ilha de Espiritu Santo.

Clima e melhor época para visitar
:
O clima em Banuatu durante todo o ano é subtropical, com temperaturas máxima diárias de até 26° C. Em geral, nas ilhas meridionais, o clima é mais frio e mais seco. O período de chuvas é acompanhado regularmente por tufões perigosos - entre Novembro e Abril. O melhor período para viajar, portanto, é entre Maio e Outubro, que há uma relativa calma e também os ventos alísios tornam o clima mais suportável.

Idioma:
O idioma oficial no arquipélago é bislama, uma mistura de francês, inglês e vocabulário básico melanésio. Além deste idioma ainda são falados mais de 100 idiomas e dialectos distintos. Vanuatu possui a maior densidade linguística da terra. Por este motivo, conhecimentos de francês e inglês são essenciais durante uma visita.

Saúde e vacinação:
Recomenda-se a vacinação contra hepatite A, tifo, poliomielite, difteria e tétano. Aconselham-se igualmente roupas que cubram todo o corpo e repelentes contra moscas e insetos que transmitem enfermidades viróticas. Durante todo o ano há possibilidade de contracção de malária em todas as ilhas, principalmente durante o período de chuvas. Por favor, informe-se, atempadamente, junto ao seu médico de família ou ao Instituto de Higiêne e Medicina Tropical sobre possíveis profilaxias. Em todas as grandes ilhas estão assegurados serviços básicos de assistência médica. Em caso de operações e doenças sérias, recomenda-se a transferência para a Austrália ou Nova Zelândia. É importante possuir um seguro de saúde válido em todo o mundo e que assegure explicitamente a repatriação de Vanuatu em casos de emergência. Além disto, recomendamos o consumo de água engarrafada; os frutos devem ser descascados e as verduras e legumes deverão ser cozidos. Visto haver perigo de infecção, deve-se portar também um pequeno kit de remédios consigo.

Entrada no país:
Os cidadãos nacionais deverão somente apresentar seu passaporte com validade mínima de seis meses, bilhete de ida e volta e prova de meios de subsistência para entrar no país. Actualmente não há exigência de visto de turista. A validade inicial do visto de turista é de 30 dias, mas poderá ser prorrogado no local por mais de 4 meses, contanto que o visitante não trabalhe. Aos visitantes com menores, recomendamos que estes estejam munidos com um passaporte individual com fotografia. Poderá também entrar no país se estiver inscrito no passaporte de um de seus genitores que o acompanhem durante a viagem.

Chegada e prosseguimento da viagem:
A viagem para Vanuatu a partir da Europa, sem muitas escalas, é extremamente desgastante fisicamente. Há no mínimo duas escalas nos voos directos. Uma, dentre as inúmeras variantes de voo, seria - por exemplo - de Frankfurt (FRA) via Banguecoque (BKK) e Brisbane (BSE) até ao aeroporto internacional de Port Vila (VLI), na ilha de Efate. Este voo dura cerca de 40 horas. A companhia aérea nacional de Vanuatu - a Air Vanuatu (NF) não voa directamente da Europa, mas oferece voos na área do Pacífico Sul. Entre outros também, voos para Brisbane, Sydney (SYD), Auckland (AKL), Nadi (NAN) e Nouméa (NOU). A Air Vanuatu liga a capital da ilha principal às ilhas vizinhas e oferece, actualmente, cerca de 29 destinos. Entre outros, ao aeroporto de Espiritu Santo (SON), Tanna (TAH), Epi Island (EPI), Norsup (NUS) e Lonorore (LNE).

Uma possibilidade económica para visitar e explorar as ilhas paradisíacas do Pacífico Sul é com o passaporte aéreo „Visit South Pacific“ das seguintes companhias aéreas: Quantas (QF), Air Caledonie (TY), Air Nauru (ON), Air Niugini (PX), Air Pacific ( FJ), Air Vanuatu (NF ), Polynesian Airlines (PH ) bem como Solomon Airlines (IE ) que é válido na Austrália, Nova Zelândia e no Pacífico Sul. Este passaporte permite que os seguintes destinos sejam servidos: Sydney, Brisbane, Melbourne (MEL), Wellington (WLG ), Auckland (AKL), Christchurch (CHC) e os vários aeroportos das ilhas Cook, das ilhas Fiji, em Nauru, Nova Caledónia, Samoa, Taiti, Tonga e Vanuatu. Este passaporte, muito vantajoso e flexível, é válido somente em combinação com um bilhete internacional. O passageiro deverá comprar este passaporte (2 e 8 bilhetes, no máximo) antes da chegada no Pacífico Sul. É recomendável evitar principalmente a reserva prévia de determinados destinos durante o período de férias principal no Pacífico Sul.

Capital:
A capital de Vanuatu é Port Vila, ao sudoeste de Éfaté, a terceira maior ilha do arquipélago, com cerca de 35.000 habitantes. Esta cidade portuária também é o centro económico de todo o arquipélago e possui um aeroporto internacional. Merece ser visto nesta pequena cidade o pequeno mercado encoberto, onde são oferecidos todos os produtos agrícolas e o porto. Também deve ser visto em Port vila também o centro cultural, que abriga em sua colecção os objectos mais raros no Pacífico e uma visão interessante na história do surgimento. A baia de Male, a apenas 15 minutos de Port Vila, oferece-se a um bom banho de mar, onde há uma excelente infra-estrutura de hotéis. Mais tranquilo e isolado, mas relativamente rápido de ser alcançado, é a ilha de Erakor a 4 hectares, diante de Port vila. A viagem de navio dura só 10 minutos. Toda a ilha é circundada por praias com areias brancas e oferece excelentes possibilidades de mergulho em águas claras. Outras ilhas diantes de Éfaté com possibilidades excelentes de pernoite e mergulho é entre Irikiri e Kaiviti.

Atrações turísticas e praias:
O estado insular de Vanuatu é um dos mais diversificados do Pacífico sul e conhecido por seus vulcões. Quase todas as 83 ilhas possuem praias pitctorescas, protegidas por barreiras de corais. E além disto, no interior soma-se uma indescritivelmente rica flora e fauna em florestas tropicais intocadas. Durante a alta estação, há muitas possibilidades de lazer em todas as ilhas. A oferta vai de excursões de helicóptero sobre cratera de vulcões e passeios em navios a vela e, finalmente, pescaria em alto mar até a exploração de sítios, palcos da segunda guerra mundial. Mergulhadores diante das costas ainda podem „visitar“ navios de guerra afundados. Muitos destes tesouros são hoje o centro de cultura na capital.

Espiritu Santo é a maior ilha de Vanuatu, com 3.700 km². Ali encontra-se o Monte Tabwemasana, o ponto mais alto da ilha, um vulcão na parte ocidental da ilha, coberto por uma densa floresta tropical. A parte oriental é plana e possui pastagens, utilizadas pelos camponeses. No extremo sudeste da ilha está Luganville, a segunda maior cidade do arquipélago, que também tem um aeroporto. Merece ser visto em Luganville a Conversation Area, próxima ao parque nacional de Vathhe, que foi o primeiro parque nacional do país. Ele é conhecido por suas espécies de orquídeas raras. Espiritu Santo é muito procurada por mergulhadores, visto que diante da costa há muitos destroços de navios de guerra americanos e japoneses. Mas também muitos amantes da natureza vem a ser atraídos por causa da floresta tropical na parte ocidental, com suas aves raras. E onde nascem as árvores kauri mais altas de todo o Pacífico.

A ilha de Tanna é a ilha mais visitada mais visitada deste país do Pacífico. A ilha possui, em contraste com as ilhas vizinhas, quase 100% de população melanésia. A maioria dos quase 18.000 habitantes vivem ainda como seus antepassados e, desde a Segunda Guerra Mundial, praticam o culto Cargo. Trata-se de uma confissão surgida desde o primeiro contacto com soldados americanos que chegaram à ilha. Os nativos acreditam que pela adoração e a realização de certos rituais, por exemplo: a instalação provisória de uma pista trará os americanos e os bens-de-consumo ocidentais de volta. Como antigamente, durante a segunda guerra mundial. Como símbolo serve a cruz vermelha, como sinal de cuidado e auxílio. O monte Yassur, com seus 361 metros, é uma atracção principal, pois é o vulcão mais facilmente acessível da terra. Pode-se chegar ao vulcão por uma trilha excelente, dentro de uma hora. Só ver a paisagem surrealista, coberta por poeira vulcânica vale a pena a visita! Especialmente durante a noite, a cratera oferece um espetáculo inesquecível, pois de quando em quanto há erupção de cinzas, enxofre e lava.


Impressionante e inesquecível também será a visita à ilha de Gaua. Aqui encontram-se os únicos monolitos de pedra do país. Só nas últimas décadas confirmou-se a suspeita de que se trata de um sítio para danças rituais. E também é muito bonito em Gaua a cascata de Siri, com 120 metros de altura, bem como o lago de Letas, que é um dos maiores lagos de água doce do pacífico.

Vanuatu oferece também aos desportistas e mergulhadores também muitas possibilidades. Na ilha de Abrym pode-se tomar um barco de manhã para a ilha vizinha de Epi e nadar com sirenias. Os surfistas vão para Efate, onde está Pango Point, próximo de Port Vila, o único ponto de todo o arquipélago.

Religião
:
Mais de 80% da população pertence à uma comunidade cristã. Ainda existe em algumas ilhas ainda praticantes dos cultos cargo e de outras religiões da natureza.