Senegal (SN)


  • Land Senegal
  • Continente: África
  • Área: 197,722 km²
  • Habitantes: 13,567,338
  • Capital: Dacar
  • Código ISO: SN
  • Idioma oficial: francês
  • Prefixo: +221
  • Moeda: franco CFA
  • Matrícula automóvel: SN
  • Rotas de Senegal: 773
  • Rotas para Senegal: 742
  • Aeroportos mais procurados: Dakar - Blaise Diagne (DSS), Ziguinchor (ZIG), Cap Skirring (CSK), Kolda (KDA)
  • Cidades grandes: Dacar, Grand Dakar, Thiès Nones, Ziguinchor, Tiébo, Kolda, Richard Toll, Joal-Fadiout, Ndibène Dahra, Bignona, Pourham, Vélingara, Nioro du Rip, Sédhiou, Meckhé
  • Companhia com sede em Senegal: Air Senegal

O Senegal, um país na costa atlântica da África Ocidental, condivide suas fronteiras com a Mauritânia, o Mali, a Guiné, a Guiné-Bissau e abriga Gambia completamente em seu território. Este país recebe seu nome segundo o rio que forma fronteiras naturais ao norte e ao nordeste. O Senegal é um país muito diversificado na costa ocidental do continente africano e serve como zona de separação entre a África Equatorial verde e o Saara seco.

Geografia
:
O Senegal é, principalmente, um terreno plano e pertence em parte uma zona de sahel seca. Só nas fronteiras sudoeste, na zona de transição para os planaltos de Mali e Guiné, com uma altura de cerca de 400 metros.

Montanhas e rios:
A maior elevação do país é o Nepen Diakha, com uma altura de 581 metros e está ao sudeste, no prolongamento das montanhas da Guiné. Nesta região correm muitos rios, especialmente do Gâmbia, Casamance e o Senegal, com um comprimento de 1.635 km - é o maior rio do país, que forma uma fronteira natural com a República Islâmica de Mauritânia.

Clima e melhor época para visitar:
O clima é principalmente trópico. A temperatura diária no Senegal é de 18° C, no período de secas - entre Dezembro e Maio - onde os ventos alísios contribuem para resfriamento; e cerca de 30° C no período de Junho até Novembro, onde ventos fortes do sul tornam o clima quente e húmido.

Idioma:
A língua oficial do país é o francês. Wolof, senegalês-guineano, ful, peul e malinque são línguas utilizadas pela população.

Saúde e vacinação:
Recomenda-se a vacinação contra hepatite A, tifo, poliomielite, difteria e tétano. Recomendam-se igualmente roupas que cubram todo o corpo e repelentes contra moscas e insetos que transmitem enfermidades viróticas. No Senegal há possibilidade de contracção de malária durante todo o ano. Por favor, informe-se, atempadamente, junto ao seu médico de família sobre possíveis profilaxias de malária. Somente e em sempre em grandes cidades e em centros turísticos estão assegurados bons serviços de assistência médica. É importante possuir um seguro de saúde válido em todo o mundo e que assegure explicitamente a repatriação do Senegal em casos de emergência. Além disto, recomendamos o consumo de água engarrafada; os frutos devem ser descascados e as verduras e legumes deverão ser cozidos. Visto haver perigo de infecção, deve-se portar também um kit de medicamentos consigo.

Chegada no país:
Os cidadãos nacionais deverão apenas apresentar o seu passaporte com validade mínima de seis meses. Não há necessidade de visto.
Para maiores informações a respeito de recentes determinações legais quanto à vacinas, entrada e segurança, informe-se junto ao consulado ou no seguinte enlace: http://www.secomunidades.pt/web/guest/listapaises/

Chegada e prosseguimento da viagem:
Boas conexões de Lisboa (LIS) para Dacar (DKR) são oferecidas pela TAP Air Portugal (TP). E de Paris (ORY), há ofertas da Air Senegal (DS) e da Air France (AF). A Air Senegal oferece também boas conexões domésticas, por exemplo: para Ziguinchor (ZIG), Tambacunda (TUD) ou Cap Skirring (CSK).

Capital:
Dacar, a capital do Senegal, encontra-se na península do Cabo Verde, no Atlântico. A sua região metropolitana tem cerca de 3 milhões habitantes. A cidade tornou-se conhecida mundialmente por ser o destino do rali de Dacar, pois a etapa final está em Lac Rose. Este lago está ao norte de Dacar - trata-se de um lago vermelho salgado, que foi declarado património natural mundial pela UNESCO. Dacar é uma cidade muito movimentada, com muitas lojas, restaurantes e uma vida nocturna muito variada. Pode-se descobrir Dacar à pé. Entre suas atracções estão a Medina, o Museu IFAN com sua grande colecção de máscaras e instrumentos musicais da Áfrical Ocidental, o centro histórico e o porto marítimo, de onde pode-se visitar a ilha de Goré. A ilha vulcânica de Goré foi utilizada como entreposto no comércio de escravos em 1848. Desde 1978 consta da lista de patrimónios mundiais da UNESCO. Ali, merecem ser visitados a casa dos escravos, onde cerca de 20 milhões de pessoas esperavam encarceradas para serem transportadas para outros continentes. Há 100 anos, a ilha desenvolveu-se como destino turístico, visto que muitos descendentes dos escravos vieram do E.U.A. para a ilha para fazer pesquisa sobre suas origens.

Atrações turísticas e praias:
Saint-Louis foi a capital do Senegal até 1902, quando Dacar tornou-se a capital do país. Dacar está na fronteira com a Mauritânia e é o centro cultural do país. Desde 1995, consta da lista de património cultural da UNESCO. É também conhecida como a Veneza da África, pois está ligada ao continente pela ponte Faidherbe, com 510 metros. Merece ser visitado especialmente a atmosfera nostálgica e de província com as construções coloniais de várias épocas e as praias com areia fina, que oferecem boas oportunidades de banho.

Clima e melhor época para visitar:
O melhor período para visitar a costa senegalesa é entre fevereiro e abril, onde há as águas mais claras. As melehores praias encontram-se, sem dúvida, ao sul de Dacar, na Petite Côte e em Cap Skirring, onde artistas e atores internacionais possuem uma imobília. As praias, com suas águas quentes e salinas, possuem areias finíssimas. Cap Skirring, que possui o maior número de hotéis, está protegido ao norte por rochas de origens vulcânicas que vão até à rebentação e favorecem a salinidade da água. Para pessoas que queiram fugir ao movimento de Cap Skirring, recomendamos Diembéring, a 9 km de distância, onde as praias são mais calmas e onde pode-se esquecer os vendedores ambulantes na praia.

O Senegal tem alguns parques nacionais a oferecer, que foram declarados como património mundial pela UNESCO devido à riqueza de sua fauna. Um bom ponto de partida para excursões a estas reservas naturais e reservas de aves é a cidade de Ziguinchor. O parque nacional mais conhecido é o Parc National de Niokolo-Koba, onde há uma rica flora e mais 80 tipos de mamíferos, entre os quais também os últimos elefantes do Senegal, e mais de 300 tipos de aves. As visitas ao parque deverá ser feita com viaturas ou com autocarro, pois não se pode caminhar pelo parque pois os animais selvagens estão soltos.

Religião:
Mais de 94% dos senegaleses são muçulmanos. O islão no Senegal está organizado sob a forma de irmandades, que regulamentam a vida social, política e económica. Além disto há uma minoria de cristãos e praticantes de religiões da natureza.

Cidades grandes e acomodação: Dacar, Pikine, Touba, Guediawaye, Thies, Kaolack, Mbour, Saint-Louis, Rufisque e Ziguinchor.