Polónia (PL)


A Polónia (oficialmente Rzeczpospolita Polska) está delimitada pelo enclave russo de Kaliningrado, pela Lituânia, Bielorússia, Ucrânia, Eslováquia, República Tcheca, Alemanha e pelo Mar do Norte.

Geografia:
A Polónia está dividida em várias regiões: Costa do Mar Báltico (da Pomeránia até a Baía de Gdansk) e as placas lacustres formadas na Glaciação (Masúria, Cassúbia, Pomerana e Grande-Polaca) na planície da Europa Central.

Montanhas e rios:
Além destas, há regiões formadas a partir de bacias fluviais, também estas formadas no período glacial, que são: a Silésia, a Masóvia, a região do Jura de Cracóvia e de Tchenstochau, a cordilheira de Heiligkreuz (Santa Cruz), os montes Beskides, os Cárpatos e os Sudetos com a Grande Cordilheira. A maior elevação da Polónia encontra-se no Tatra, uma cordilheira na fronteira com a Eslováquia. Aqui encontram-se 21 montanhas com altitudes de mais de 2.000 metros - sendo que a maior destas é o Rysy, com 2.499 m) com o Morskie Oko, um lago. Depois deste, na cordilheira das Besquides, com 1.725 , o Babia Góra e, com 1.602 m, o Schneekoppe nos Sudetos. O ponto mais profundo da Polónia encontra-se em Raczki Elbaskie, próximo a Elblag (Elbing) no delta do rio Vístula. Está a 2m abaixo do nível do mar.

Por suas placas lacustres, a Polónia é um dos países europeus com mais lagos. Os seus maiores lagos são o Sniardwy (Spirdingsee) e o Mamry (Lago do Muro) na Masúria e o Jezioro Lebsko (o Lago de Leba) e o Jezioro Drawsko (o lado de Dratzkig), na Pomerânia. Os rios mais longos da Polónia são o Vístula, o Oder, o Warta e o Bug.

Clima:
Na Polónia domina um clima temperado, que torna-se cada vez mais continental de leste para sudeste.

Lazer:
Zonas de lazer e de férias encontram-se no sul da Polónia: na Ermland-Masúria, Pomeránia, Pomeránia (Kujavien), Pequena Polónia, Pré-Cárpatos e Baixa Silésia.

Opções balneares há no Mar Báltico, nas placas lacustres e em alguns rios de montanha - principalmente no Dunajec, San, Poprad, Bobr e em lagos de diques. Para férias de inverno, as regiões montanhosas de Tatry, Beskides, Cárpatos florestais, Cordilheira da Cruz Sagrada no Jura da Cracóvia-Tchechenstochau e os Sudetos e as Grandes Montanhas. Zakopane é a capital do inverno na Polónia.

Capital:
Varsóvia (polaco: Warszawa) é a capital e, ao mesmo tempo, a maior cidade da Polónia. Está às margens do Vístula, na voivodia de Mazóvia. O antigo núcleo da cidade encontra-se na margem oeste do Vístula, no ponto denominado Skarpa Wislana. Em Varsóvia, o Vístula é navegável e, por isto, a cidade dispõe de um porto, Port Praki, na margem leste do Vístula. O clima na zona de Varsóvia é um clima de transição entre o marítimo e o continental - o que significa que o verão pode ser muito quente e o inverno muito frio.

Varsóvia tem grande importância política e cultural, visto que é um dos centros económicos e comerciais da Europa Central e de Leste. Nesta cidade, há inúmeras universidades, teatros, museus e monumentos. O aeroporto mais importante do país - Frédéric-Chopin - encontra-se em Varsóvia. Entre os monumentos de Varsóvia estão a Catedral de S. João, o edifício do antigo partido operário unificado polaco (PZPR), os terraços dourados. Face à trágica história da cidade, há em Varsóvia muitos memoriais, como por exemplo: o Memorial do Gueto de Varsóvia, a Citadela e o Pawlak.

Além destes, há em Varsóvia também alguns teatros e museus, tais como o Teatro da Ópera Wielki, o Centro de Arte Contemporânea, o Museu do Exército Polaco e o Museu Nacional (Muzeum Narodowe). O centro histórico e geográfico da antiga Varsóvia é a magnífica Praça do Mercado (Rynek), em cujo centro encontra-se a escultura da sereia do rio Syrenka. A cidade velha de Varsóvia foi declarada pela UNESCO como património da humanidade. A cidade nova (Nowe Miasto) de Varsóvia está ligada à cidade antiga. Aqui encontram-se a igreja barroca de S. Casimiro, o Palais Sapieha e a rua Ulica Freta, onde nasceu Marie Curie (ganhadora de 2 prémios Nobel) e muitos palácios e parques.

Cidades:
Outras cidades interessantes da Polónia são Cracóvia, Wroclaw, Lodz, Gdansk, Estetino, Bydgoszcz e Lublin.

Monumentos e aeroportos:
Na Polónia, existem cerca de 13 sítios declarados património da humanidade pela UNESCO, dos quais um está na Cracóvia e outro em Wieliczka.
Outros aeroportos existem em Cracóvia e Gdansk e portos importantes estão em Gdansk, Gdingen, Swinemünde e Estetino.