Panamá (PA)


O Panamá encontra-se no istmo que une a América do Sul à América Central. O país faz fronteira com a Costa Rica, ao norte, e com a Colômbia, ao sul. Está dividido pelo canal do Panamá liga o oceano Pacífico ao mar das Caraíbas. Além disto, as seguintes ilhas pertencem ao país: Isla del Rey e a Isla San Jose, no Golfo do Panamá; e a Isla de Coiba, no oceano Pacífico.

Geografia:
Topograficamente, o Panamá possui regiões montanhosas e diversificadas, com uma floresta tropical que cobre a metade do país e planaltos ricos em rios.

Montanhas e rios:
O vulcão Barú é a montanha mais alta do país, com uma altura de 3.475 metros no parque nacional de Chiriqui, na fronteira com a Costa Rica. O Chucunaque é o maior rio do país e o seu maior lago do país é o Gatun, com uma área de 430 km².

Clima e melhor época para visitar
:
O clima do Panamá é o ano inteiro tropical: quente e úmido. Durante o dia, uma alta umidade a uma temperatura média de 27° C nas costas. Nas montanhas, o clima é mais fresco, onde as temperaturas chegam a 18° C. A melhor época para visitar é entre os meses de Dezembro e Março, pois chove menos do que em outros meses do ano. Em geral, pode-se afirmar que no lado do mar das Caraíbas chove duas vezes mais do que no lado do oceano Pacífico.

Idioma:
O idioma oficial é o espanhol; mas a população ainda compreende inglês e algumas línguas indígenas.

Saúde e vacinação:
Recomenda-se a vacinação contra hepatite A, tifo, poliomielite, difteria e tétano. Aconselham-se igualmente roupas que cubram todo o corpo e repelentes contra moscas e insetos que transmitem enfermidades viróticas. Somente em grandes cidades e em centros turísticos estão assegurados bons serviços de assistência médica. É importante possuir um seguro de saúde válido em todo o mundo e que assegure explicitamente a repatriação de Honduras ou transferência para um outro país, em casos de emergência. Além disto, recomendamos o consumo de água engarrafada; os frutos devem ser descascados e as verduras e legumes deverão ser cozidos. Visto haver perigo de infecção, deve-se portar também um pequeno kit de remédios consigo.

Entrada no país:
Os cidadãos nacionais deverão estar munidos com passaporte com validade mínima de seis meses. O visto de turista, emitido à entrada no aeroporto, é válido por 90 dias. Recomendamos aos viajantes com menores, que estes estejam munidos com um passaporte individual com fotografia.
Para maiores informações a respeito de recentes determinações legais quanto à vacinas, entrada e segurança, informe-se junto ao consulado ou no seguinte enlace: http://www.secomunidades.pt/web/guest/listapaises/ ou http://www.presidencia.gob.pa/ministerios/mire.htm

Chegada e prosseguimento da viagem:
Uma boa conexão para a cidade do Panamá (PTY) é oferecida pela Ibéria (IB), a partir de Madrid (MAD), com escala em Miami (MIA).
De Lisboa (LIS), há voos oferecidos pela Air France (AF) via Paris (CDG) e Amsterdão (AMS) para cidade do Panamá (PTY); pela Ibéria (IB) em codeshare com a Lacsa Airlines (LR) via Madrid (MAD) e San José (SJO) para cidade do Panamá (PTY).

Capital:
A cidade do Panamá é a capital do homónimo país. Tem cerca de 700.000 habitantes. A cidade velha (Panamá la Vieja), a 6 km ao leste da cidade nova, foi destruída pelo pirata inglês Henry Morgan. Ela consta da lista do património da humanidade da UNESCO desde 2003. A atracção mais famosa da cidade nova é, sem dúvida, o canal do Panamá, ao oeste da capital. Esta obra-prima da engenharia foi terminada em 1912, após 11 anos de construção. É um destino de muitos turistas. Recomendamos uma viagem de comboio ou de autocarro ao longo do canal, que também oferece uma visão fantástica da floresta tropical. Outro destino de excursão também é o parque nacional de Sobrena, onde pode-se observar muitos tipos de aves.

Atrações turísticas e praias:
Este pequeno país centro-americano é conhecido em todo o mundo principalmente por causa de seu canal. Este país tropical também possui muitas belezas naturais a oferece. O Panamá é especialmente conhecido por observação de aves, mas também para oferecer possibilidades aos desportistas e amantes da natureza. Principalmente, na costa das Caraíbas e do Pacífico há praias maravilhosas com areia fina e o interior atrái o visitante pelos parques nacionais e zonas de floresta tropical.

O parque nacional mais conhecido do Panamá e reconhecido pela UNESCO como património da natureza é o parque nacional de Darién, na fronteira com a Colômbia. Aqui há florestas tropicais, pântanos, praias e montanhas.

Muito bonito também é o parque nacional de Chiriqui, a cerca de 450 km. Ele é um planalto de origem vulcânica e abriga várias cachoeiras e uma paisagem magnifica. O parque merece ser visitado, principalmente, por sua natureza intocada.

Outro destino de excursão também é a pequena cidade de Boquete, que encontra-se imediatamente junto ao parque nacional de Chiriqui. É também conhecida por seu clima temperado. As temperaturas agradáveis também foram um motivo pelo qual Boquete tornou-se um destino de muitos imigrantes europeus e norte-americanos.

O destino de férias mais procurado, além da cidade do Panamá, é a ilha da Boca, no lado do mar das Caraíbas, por suas praias, por sua atmosfera, por seu fácil acesso. O arquipélago é formado por sete ilhas grandes e centenas de outras menores, que são protegidas por barreira de corais e não têm quase ondas. O turismo também é uma fonte de divisa para a ilha de Boca, especialmente, à capital provincial Bocas del Toro, onde há acomodações em todas categorias.

Religião:
Cerca de 98% da população do Panamá é cristã; quase 98% denominam-se católicos ou protestantes. Somente uma pequena minoria denomina-se sem confissão.

Cidades grandes e acomodação:
Cidade do Panamá, San Miguelito, Tocumen, David, Colon, Las Cumbres, La Chorrera e Pacora.