Indonésia (ID)


A Indonésia, o maior país do sudeste asiático, é o quarto maior país do mundo em número de habitantes: 280 milhões. Esta república está dividida administrativamente em 33 regiões, espalhadas por cerca de 17.000 ilhas, das quais apenas 600 são habitadas. Elas estendem-se em forma de arco, de oeste para leste, formando uma ligação entre a Ásia e a Austrália.

Geografia
:
O arquipélago indonésio é formado basicamente por seis ilhas principais e diversas pequenas. Com isto, resulta que todas as ilhas apresentam diferentes topografias entre si. Enquanto em algumas ilhas há altas elevações, vulcões e planaltos, outras possuem somente costas planas com savanas e pântanos.

Montanhas e rios:
O Puncak Jaya é o ponto culminante da Indonésia, com 4.884 metros de altura. Ele está na Papua Ocidental, a parte indonésia da ilha Nova Guiné. É o maior pico entre os Andes e o Himalaya. O Kapuas é o maior rio da Indonésia, com 1.145 km de comprimento. Encontra-se em Calimantan-Ocidental, a parte meridional indonésia da ilha Bornéu.

Clima e melhor época para visitar
:
No arquipélago indonésio domina durante todo o ano temperaturas médias des 26° C; clima de monções com diferenças regionais significativas. A melhor época para visitar a Indonésia é entre os meses de Abril e Outubro, visto que as monções de leste trazem sempre um clima seco; mas durante os meses de Novembro e de Março, as monções de oeste trazem muita chuva. Temperaturas mais frias só encontram-se em regiões mais altas de floresta tropical, bem com nas encostas de vulcões extintos.

Idioma:
O idioma oficial é o bahasa indonésia, muito semelhante ao maláio. Além disto, cada grupo étnico (cerca de 250) em todo o arquipélago fala a sua própria língua. Inglês, neerlandês e árabe são compreendidos em quase todas as ilhas, pois são línguas oficiais de ensino. As gerações mais antigas compreendem melhor o neerlandês ao inglês.

Saúde e vacinação:
Recomenda-se a vacinação contra hepatite A, tifo, poliomielite, difteria e tétano. Aconselham-se igualmente roupas que cubram todo o corpo e repelentes contra moscas e insetos que transmitem enfermidades viróticas. Com exceção dos centros turísticos em Bali e Java, há grande possibilidade de contracção de malária em toda a Indonésia. Por favor, informe-se, atempadamente, junto ao seu médico de família ou ao Instituto de Higiene e Medicina Tropical sobre possíveis profilaxias. Somente em grandes cidades e em centros turísticos estão assegurados bons serviços de assistência médica. Os custos para tratamento deverão ser pagos em espécie. Considere também que a Indonésia também é uma zona propensa a terramotos em todas as ilhas, acompanhados por actividades tectónicas e vulcánicas imprevisíveis. É importante possuir um seguro de saúde válido em todo o mundo e que assegure explicitamente a repatriação da Indonésia ou a transferência para Jacarta ou Singapura, em casos de emergência. Além disto, recomendamos o consumo de água engarrafada; os frutos devem ser descascados e as verduras e legumes deverão ser cozidos. Visto haver perigo de infecção, deve-se portar também um pequeno kit de remédios consigo.

Entrada no país:
Os cidadãos nacionais deverão apresentar seu passaporte com validade superior a seis meses. Actualmente há exigência de visto de turista. Desde 2005, os cidadãos portugueses poderão obter o visto de turista à entrada no país. Para uma estada igual ou inferior a 7 dias, deverão pagar 10 dólares americanos e, 25 dólares americanos para um único período de 30 dias. Estes vistos não são renováveis, de modo que deve-se abandonar o país antes da expiração do prazo do visto. Durante a permanência na Indonésia, os visitantes deverão trazer consigo fotocópias das páginas relevantes do passaporte para fins de identificação e guardar o original em lugar seguro.
Para maiores informações a respeito de recentes determinações legais quanto à vacinas, entrada e segurança, informe-se junto ao consulado ou no seguinte enlace: http://www.secomunidades.pt/web/guest/listapaises/ ou http://www.indo.com/tplan/visa.html

Chegada e prosseguimento da viagem:
Há excelentes conexões para os aeroportos internacionais de Jacarta (CGK) em Java e Denpasar (DPS), em Bali. Todos servidos por muitas companhias aéreas internacionais, entre as quais, por exemplo: Thai Airways (TG), Cathay Pacific (CX) ou Malaysia Airlines (MH) que servem com vários voos semanais e diários a partir da Europa. Dentro da Indonésia, o avião é o único meio de chegar-se a regiões distantes. O sistema aéreo doméstico é muito bem servido por muitas companhias aéreas nacionais, tais como a Garuda Indonesia (GA), a Lion Air (JT), a Adam Air (KI) ou a Mandala Airlines (RI). De Lisboa (LIS), por exemplo, há voos oferecidos pela KLM (KL) com escala em Amsterdão (AMS); pela Air France (AF) em codeshare com a Singapore Airlines (SQ) com escala em Paris (CDG) e Singapura (SIN); pela Lufthansa (LH) com escala em Frankfurt (FRA); pela Singapore Airlines (SQ) em codeshare com a Lufthansa (LH) com escalas em Frankfurt (FRA) e Singapura (SIN); pela British Airways (BA) em codeshare com a Singapore Airlines (SQ) com escalas em Londres-Heathrow (LHR) e Singapura (SIN).

Capital:
Devido à colonização de muitos povos do sudeste asiático, Jacarta pode desenvolver uma mistura fascinante de diferentes influências. Entre as atracções oferecidas por Jacarta estão: a cidade velha com suas construções majestosas do período colonial neerlandês e português; os vários museus - entre os quais: o Museu Central, com seu excelente departamento de etnologia e paleontologia; as inúmeras mesquitas, tais como a Mesquita de Istiqlal em mármore branco, a segunda maior no mundo após a Mesquita Sultão ahmet em Estambul. Ali cerca de 120.000 muçulmanos têm lugar. Também em Jacarta, encontra-se a pitoresca Chinatown, com seus restaurantes e lojas e oficinas abertas para a rua - uma típica atmosfera chinesa. Interessante seria também uma visita ao parque termal de “Taman Mini Indonesia Indah”, com 100 hectares, ao sudeste da cidade. Este parque abriga quase toda a Indonésia em mini-formato, pois as construções tradicionais das 26 províncias foram construídas fielmente. Neste edifícios, vendem-se artigos típicos da respectiva região que representam.

As seis grandes ilhas e suas atracções turísticas
:

Sumatra ou Samatra é a sexta maior ilha do mundo, com uma superfície de 50.000 km². A ilha é rica em recursos minerais e possui uma riqueza ímpar de fauna e flora incomuns. O destino especial aqui é o lago de Toba, onde vivia o antigo povo guerreiro e canibal dos Bataques e a ilha Nias, com a sua cultura megalítica.

Bornéu é a terceira maior ilha do mundo, após a Gronelândia e a Nova-Guiné. É um paraíso para os visitantes amantes de trekking em meio à natureza e também é o lar dos orangotangos e dos endêmicos macacos-narigudos. Estes últimos encontram-se em franca extinção. Face aos seus inúmeros pântanos, esta ilha é pouco habitada e quase inacessível. A maiaor parte é coberta com selva muito densa. O território de Bornéu está dividido por três países: Brunei, Malásia e a Indonésia com sua região Calimantan.

Java é a ilha principal e uma das regiões mais densamente povoadas do planeta. Possui a melhor infra-estrutura da Indonésia. A capital, Jacarta, abriga cerca de 11 milhões de habitantes. Em toda a ilha vivem cerca de 127 milhões de pessoas. O relevo desta ilha apresenta diferentes características, o que a torna muito atraente para uma visita: há floresta tropical, savanas, pântanos e vulcões. Java está no círculo de fogo do Pacífico - uma cadeia vulcânica que cerca todo o oceano Pacífico. Nesta ilha há 38 vulcões, dos quais a maioria está em atividade. Os mais conhecidos e perigosos são o Bromo (2.328 m) e o Merapi (2.980 m). Os maravilhosos parques nacionais nas montanhas e as quilométricas praias, ao par de testemunhos notáveis de culturas passadas, tais como o templo Borobudur e Pambanan - ambos na antiga capital Yogyakarta, tornam esta ilha um destino indiscutível para milhares de visitantes.

Sulawesi, também conhecida por Celebes, encontra-se entre Bornéu e Nova-Guiné. Esta ilha, tal como a maioria das ilhas indonésias, é de origem vulcânica. Seu relevo é irregular, que lembra um polvo em sua forma. Nas regiões montanhosas e centrais, as precipitações durante todo o ano concorrem para o florescimento de uma selva tropical densa, onde encontram-se tribos ainda arcaicas, que vivem ainda na Idade da Pedra. O ponto turístico principal concentra-se ao sul, em Toraja, com sua paisagem montanhosa bizarra, com falésias em que foram construídas terraços nivelados. O povo Toraja é também conhecido por suas celebrações rituais aos mortos. Os seus funerais duram vários dias, durante os quais muitos búfalos e porcos são imolados para esta ocasião. Os mortos destes antigos caçadores-de-cabeças não são directamente sepultados, mas sim depostos em fendas nas rochas.

Irian Jaya ou Papua é a porção ocidental indonésia da Nova-Guiné, a segunda maior ilha do mundo. É rica em recursos mineerais e naturais. Aqui encontra-se a maior mina de outro do mundo e o ponto mais alto de toda a Oceania, o Puncak Jaya, com 4.884 metros. Nas florestas de Papua vivem ainda muitos povos que ainda mantém suas tradições e línguas. Vivem da caça e em cavernas. Actualmente a Indonésia deseja impor legalmente que os toraja vistam-se. A visita a esta ilha é uma aventura e tem um carácter de expedição; a maioria das regiões podem ser visitadas somente mediante autorização policial.

Nas Molucas, também conhecidas por ilhas das Especiarias, são cultivados a noz moscada e o cravo desde o século XVI. Também oferece paisagens tropicais com vulcões, aves raras e praias com areias finíssimas e brancas.

Bali é a ilha mais procurada de toda a Indonésia. É uma das ilhas mais bonitas em todo o mundo. Possui paisagens oníricas com terraços de arroz sempre verdes, uma vegetação exuberante e festas religiosas coloridas da população hindu. Toda essa combinação atrai turistas de todo o mundo há décadas. A ilha também é um destino dos australianos por possuir praias quilométricas com areia branca e palmeiras.

Religião:
Na Indonésia estão presentes todas as grandes religiões mundiais. Cerca de 86% da população é muçulmana-sunita. Além destes, cerca de 8% são cristãos, 2%, hindus, 1% budistas e há também praticantes de diversas religiões da natureza.

Cidades grandes e acomodação:
Jacarta, Surabaia, Medan, Bandung, Semaran e Palembang.