Guatemala (GT)


A Guatemala é um país na América Central, que condivide suas fronteiras com Honduras, El Salvador, México e Belize. Além disto, o país possui uma faixa costeira estreita no golfo de Honduras e uma grande faixa costeira, no oceano Pacífico.

Geografia e clima:
Geografica e climaticamente, a Guatemala pode ser dividida em três regiões diversas: a planície de El Petén, ao noroeste, que devido à sua floresta tropical é realmente pouco habitada; o planalto central, com clima temperado, onde há vulcões até 4.200 metros na costa do Pacífico.

Montanhas e rios:
O vulcão Tajomulco, com 4.220 metros, é o pico culminante da Guatemala e o Rio Motagua, com 240 km, seu maior rio. O Izabal, com 595 km², é o maior lago do país.

Idioma:
O idioma oficial é o espanhol. Além deste, são falados cerca de 23 idiomas maias distintos. O inglês também é falado em todas as grandes localidades.

Saúde e vacinação:
Recomenda-se a vacinação contra hepatite A, tifo, poliomielite, difteria e tétano. Aconselham-se igualmente roupas que cubram todo o corpo e repelentes contra moscas e insetos que transmitem enfermidades viróticas. Há possibilidade de contracção de malária no interior do país. Por favor, informe-se, atempadamente, junto ao seu médico de família ou ao Instituto de Higiene e de Medicina Tropical sobre possíveis profilaxias da malária. Somente em grandes cidades e em centros turísticos estão assegurados bons serviços de assistência médica. É importante possuir um seguro de saúde válido em todo o mundo e que assegure explicitamente a repatriação da Guatemala ou transferência para um outro país, em casos de emergência. Além disto, recomendamos o consumo de água engarrafada; os frutos devem ser descascados e as verduras e legumes deverão ser cozidos. Visto haver perigo de infecção, deve-se portar também um pequeno kit de remédios consigo.

Entrada no país:
Os cidadãos nacionais deverão estar munidos com passaporte com validade mínima de seis meses. Atualmente não é necessário visto. É exigida a apresentação de passaporte válido e a aquisição à chegada do cartão de turista, o qual tem a validade de 30 dias, prorrogáveis até 6 meses. O referido cartão é obtido junto do “Departamento de Estranjería del Instituto Guatemalteco de Turismo”.
Para maiores informações a respeito de recentes determinações legais quanto à vacinas, entrada e segurança, informe-se no seguinte enlace: http://www.secomunidades.pt/web/guest/listapaises/ ou http://www.minex.gob.gt/index.php?option=com_content&task=view&id=18&Itemid=142

Chegada e prosseguimento da viagem:
As conexões mais vantajosas em termos de tempo são oferecidas a partir de Madrid (MAD) pela Ibéria (IB) em cooperação com a Mexicana de Aviación (MX) para a cidade da Guatemala (GUA). Além destas, há muitas outras pela Lufthansa (LH), a Austrian Airlines (OS), ou Swiss International Airlines (LX), em cooperação com a Aeromexico (AM), da Mexican de Aviación (MX) ou com uma companhia aérea norte-americana, como por exemplo: American Airlines (AA) ou a Continental Airlines (CO) para a Guatemala.

Capital:
Na capital, cidade da Guatemala, residem inoficialmente perto de 5 milhões de habitantes. Esta região já era habitada há mais de 2.000 anos pelos maias que chamavam esta região Kaminaljuyu, cujas ruínas ainda hoje podem ser visitadas no estacionamento no centro da cidade. Depois que a antiga capital, Antigua-Guatemala, foi vitimada por um terramoto em 1773, os colonizadores espanhóis começaram a construir a nova capital, a partir de 1775, que actualmente é a maior da América Central. Ali, merecem ser visitados os museus Ixchell e Popol com os tesouros inacreditável de culturas antigas; a ruína maia e precolumbiana de Kaminaljuyu e a Torre de Reformador, com 75 metros de altura, que deveria ser uma cópia da torre Eiffel. Deve-se também visitar o museu etnológico e arqueológico, além dos objectos dos maias encontra-se também no museu um grande modelo de Tikal, que oferece ao visitante uma visão de como o local era à época dos maias.

Atrações turísticas e praias:
A cidade Antigua-Guatemala foi fundada por colonizadores espanhóis em 1543 e capital da colónia espanhola na América Central até sua destruição pelo terramoto de 1773. Esta cidade, património cultural declarado pela UNESCO, ainda pode sofrer um terramoto, contudo oferece uma arquitetura maravilhosa. Sua atracção especial são três vulcões: Volcano de Água, Acatenango e Fuego.

Após a visita aos sítios arqueológicos maias, recomendamos uma visita ao lago de Atitlán. Este lago foi declarado reserva natural em 1995 que está entre os três vulcões. Este lago é dispõe de uma boa infra-estrutura por sua beleza; com isto, a maioria dos habitantes indígenas construíram alguns hotéis e pensões.

A Guatemala também é famosa por seus mercados indígenas que acontecem durante todas as semanas. Um mercado especialmente bonito realiza-se às quintas-feiras no plantalto: é o Chichicastenango. É o maior da América Central e atrai comerciantes e compradores de toda a Guatemala, e também muitos turistas.

Imperdível:
O ímã turístico da Guatemala é, sem dúvida, o Tikal. A antiga cidade maia é o tesouro cultural mais famoso da Guatemala. Ele encontra-se na floresta tropical de El Petén, ao norte da Guatemala. Tikal é o maior sítio maia do continente e o mais bem explorado. Suas ruínas estavam tomadas pela floresta até 1956 quando foi redescoberta por arqueológos. Em seu apogeu, viviam em Tikal mais de 75.000 habitantes. Muitos dos templos, palácios e terraços ainda testemunham a importância do local. Em Tikal encontra-se também a pirâmide-templo mais alta da cultura maia, com 65 metros. O areal em torno de Tikal, com 576 km², foi declarado parque nacional de Tikal pelo governo. Ele pode ser acedido por uma boa estrada de acesso a partir da cidade Flores. Na área há hotéis e campings. Deve-se permanecer alguns dias para desfrutar a beleza deste local fascinante. Uma outra dica é a visita a Tikal em noites de lua cheia. A administração do parque permite então que os hóspedes dos hotéis adjacentes visitem o areal. Outros sítios arqueológicos importantes na região de El Petén são: Aguateca, Cival, Dos Pilas, El Mirador, La Corona e Nakbé.

Religião:
Mais de 60% dos guatemaltecos são descendentes dos maias; 35% são mestiços e o resto da população é de origem europeia ou asiática. 65% professa a fé católica, com isto, é a maioria; 25% são protestantes e há uma grande minoria de crentes em religiões da natureza.

Cidades grandes e acomodação:
Cidade da Guatemala, Mixco, Villa Nueva, Quetzaltenango, Escuintla, Amatitla e Chinautla.