França (FR)


A França é o país mais visitado do mundo e Paris é a cidade mais visitada em todo o mundo! Este país da Europa Ocidental é membro da União Europeia, da qual é um dos países fundadores. Ao Oeste, a França é banhada pelo Oceano Atlântico; ao Norte, é banhada pelo Canal da Mancha e pelo Mar do Norte. Ao Leste, divide suas fronteiras com a Bélgica, a Alemanha, a Suíça e Luxemburgo; ao Sul, é banhado pelo Mar Mediterrâneo e divide suas fronteiras com Mónaco e a Itália, bem como com o Principado de Andorra e Espanha, ao Sudoeste. A França conta com uma população de 64,5 milhões de habitantes, incluídos tos territórios ultramarinos. Estes possuem diferentes estatutos administrativos e situam-se em todo o mundo: na América do Norte, na América do Sul, nas Antilhas, no Oceano Índico, no Oceano Pacífico e na Antártida.

Geografia:
A França é o terceiro maior país europeu em superfície, depois da Rússia e da Ucrânia. A exceção de sua fronteira ao nordeste, todas as outras são principalmente naturais, pois são compostas por cadeias montanhosas, rios e sobretudo, de fachadas marítimas. Ao todo suas costas continentais são de 3.427 km. Suas regiões são muito diversificadas. O norte do país é caracterizado principalmente por planícies costeiras e o sul, em parte, é deveras montanhoso (o massivo dos Alpes no sudeste e os Pirinéus, a sudoeste). Mas, apesar de numerosos massivos montanhosos, as regiões baixas dominam o território. Dois quintos do território são ocupados por duas bacias sedimentares: a Bacia de Paris e a Bacia da Aquitânia.

Montanhas e rios:
O ponto culminante na Europa Ocidental está situado nos Alpes franceses, ao sudeste da França: o Monte Branco, com 4.810 metros de altitude. Ao sudoeste, encontram-se os Pirinéus. Contudo, não se deve esquecer de massivos mais antigos como a Córsega, o Massivo Central, o Jura, o Vosges, o Massivo Armoricano e as Ardenas. A França possui igualmente numerosos rios, entre os quais, os principais são o Loire, o Ródano, o Garona, o Sena, o Mosa(Meuse), o Reno e o Escalda (Escaut).

Clima e melhor época para visitar:
A França encontra-se em uma zona temperada e a predominância de ventos oceánicos e da Corrente do Golfo explicam a temperança de seu clima. Mas pode-se diferenciar duas zonas climáticas. nas zonas banhadas pelo oceano domina o clima oceânico, caracterizado por invernos relativamente suaves e verões muito frios. As precipitações são frequentes durante todo o ano. Quanto mais se dirige ao sul, mais o clima oceánico torna-se suave. Nos Pirinéus, o clima já é continental. Ao centro do país, tem-se um clima oceánico ameno, o que significa que a influência oceánica é ainda presente, mas em grau reduzido. Existem meses de chuvas. Ao leste, o clima é quase continental. Os invernos são muito rígidos e os verões muito quentes. Na região mediterránica, domina o clima mediterránico. As chuvas são pouco frequentes e irregulares. Os verões podem ser muito secos. E, finalmente, há o clima de montanha que domina principalmente nos Alpes e nos Pirinéus, mas também no Massivo Central, no Massivo de Vosges e no Massivo do Jura. As precipitações são numerosas e as diferenças de temperatura são grandes de acordo com a altitude em que se encontra.

A melhor época para visitar a França é entre Maio e Setembro. A vegetação é particularmente exuberante e há numerosas florestas. Mas é claro que os amadores de esquis preferem o inverno! Quanto à Paris, pode-se visitá-la em todas as estações, pois em cada qual Paris tem um charme muito particular!

Idioma:
O francês é a língua oficial da França, embora o país seja pluricultural, ou plurilingual. E, além disto, é o país na Europa Ocidental em que há a maior diversidade linguística. As línguas regionais são mais de 77.

Saúde e vacinação:
O sistema de saúde e as condições sanitárias satisfazem às exigente normas europeias. Não há obrigatoriedade de vacinas. Porém, recomendam-se vacinas contra a poliomielite, a difteria e o tétano.

Entrada:
Para adentrar o solo francês de um país da União Europeia deverão simplesmente estar munidos de bilhete de identidade ou de passaporte válido, pois a França faz parte do Espaço de Schengen. Se o passageiro não proceder da UE e desejar permanecer mais de 3 meses, deve obter um visto de permanência curta ou visto de turismo antes de sua viagem.

Chegadas e transferências:
A França é um país muito bem servido pelo sistema e transporte: quer seja por avião, por comboio ou por autocarro, será fácil organizar a viagem. Os dois aeroportos principais são Paris Charles-de-Gaule e Paris-Orly.

Capital:
A «cidade do amor» é a primeira associação que vem à mente quando se pensa em Paris. E, com razão, é difícil resistir ao seu charme. Passear por suas ruas será um deleite mesmo para os menos românticos entre vós! Bastidor de numerosos filmes, a cidade está cheia de monumentos e de sítios inesquecíveis: o Arco do Triunfo, a famosa Torre Eiffel (o monumento mais visitado em todo o mundo), a catedral de Notre-Dame e a Ilha da Cidade, o Museu do Louvre, o Jardim de Luxemburgo... Mas basta apenas caminhar por Montmartre, Saint-Germain ou Marais, com seus hotéis peculiares, para que o visitante seja projectado ao século passado. Os amadores de emoções fortes não deverão perder uma visita às catacumbas. Estas foram reabertas e a galeria de Port-Mahon, fechada em 1995, está novamente acessível ao público.

Um dos melhores meios para descobrir a cidade é por barco, que partem de diversos cais ao longo do Sena. Eles oferecem uma boa visão panorámica da cidade, sem que se tenha que submeter às filas tradicionais. Conotudo, o sistema de metro e de autocarros também é muito denso e transportam o turista para além do centro histórico da cidade. E será uma pena contentar-se somente com o centro da cidade. Os arredores de Paris possuem muitos palácios suntuosos. Uma excursão ao Palácio de Versailles é uma sugestão para uma tarde!

Enfim, não são só suas maravilhas arquitectónicas e seu património histórico que fazem o charme de Paris. Sua vida cultural intensa, seus cafés, suas lojas... tudo isto é Paris! Não se deve esquecer de mencionar que Paris é a cidade mais populosa da França (2.153.600 habitantes na Paris intramural). É também a capital económica, comercial e cultural da França e a única comuna-departamento do país!

Sítios turísticos:
A França não é fortuitamente o país mais visitado do mundo! Seu património arquitectónico e cultural são realmente impressionantes. Além de Paris, outras grandes cidades francesas disputam o título de capital cultural: Lille, Bordéus, Tolosa, Marselha ou mesmo Lyon, que foram declaradas património da humanidade - não falta a concorrência! Marselha, por exemplo, seduzir-los-á realmente por sua costa cosmopolita e mediterránea, por suas ruelas animadas, por seu odor de especiarias e por seus pequenos bistrôs no porto velho - ali é servida a melhor bouillabaisse (sopa mediterránica) do país. E vizinho à Marselha, tem-se as de Cassis que são de maravilhar-se. Os cavalos de Camargue ou as magníficas praias de areia ao final da Costa Azul. Não longe dali, a Provença com seus campos de lavanda e suas cidades são inolvidáveis, bem como o encarnado de Estérel, as ruelas de Saint-Tropez ou a ilha da beleza - a Córsega, que é acessível de Marselha ou Nice por balsa.

Para os que preferem grandes ondas, é impossível resistir ao charme da costa altântica e de suas múltiplas facetas - os pontos de surf de Biarritz, a duna de Pilat - a mais alta da Europa - ou o Monte São Miguel, na Normadia, também declarado como património da UNESCO. A costa atlântica surpreender-vos-á! Cada região tem um charme completamente especial. Entre elas, a Bretanha é especialmente apreciada pelos viajantes por suas magníficas paisagens e suas tradições enraizadas - e a mais conhecida é a tradição culinária das panquecas, hummm!!!!

Entre os sítios mais visitados, encontram-se os palácios do Vale do Loire. No coração de paisagens verdejantes estão estas maravilhas arquitectónicas a serem descobertas, por exemplo: o castelo de Chambord, uma jóia da Renascença; ou ainda o castelo de Blois, de Chenonceau, de Amboise ou de Azay-le-Rideau.

Para os amantes de pedras antigas, não nos esqueçamos da Dordonha e suas cidades medievais magníficas, tais como Sarlat. E da mesma forma, o sul também resguarda vestígios romanos, como em Avinhão, Orange, Ais-em-Provença.

Mas a França ainda esconde numerosos tesouros que são-nos impossíveis de abordar aqui. Mesmo aquelas regiões que estiveram esquecidas pelos turistas, reganham actualmente um forte interesse: como o norte da França, que depois do filme «Bem-vindo ao Norte ou Bienvenue chez les Ch’tis » tornou-se uma das regiões mais visitadas. Sua capital, Lille, é uma maravilha da arquitectura flamenga e sua grande praça, uma das mais belas em toda a França.

Enfim, o número de viajantes optam por uma « visita gastronómica» a este país, tão conhecido por sua arte de viver: os vinhos de Bordeaus, os ravioles de Roman, as trufas e escargôs da Borgonha ou ainda suas famosas champanhes - e não se vê o tempo passar.

Religião:
Um dos princípios fundamentais sob os quais repousa a República Francesa é o laicismo. E, por esta razão, o estado francês interditou os recenceamentos de carácter religioso. A religião mais praticada é o catolicismo, com 56%. 31 % não têm religião; 4% são mulçumanos, 3% são protestantes e 1% são judeus.

Cidades:
Paris, Marselha, Lyon, Tolosa, Nice, Nantes, Estrasburgo, Montpellier, Bordéus, Lille, Rennes, Reims, Le Havre, Saint-Étienne, Toulon, Grenoble, Angers, Dijon, Brest, Nîmes.

Os voos regulares e baratos preferidos de e para França / FR


79 Voos semanais Com TAP Portugal, IBERIA, Vueling Airlines




51 Voos semanais Com TAP Portugal, Aigle Azur, Transavia France, IBERIA, Vueling Airlines

13 Voos semanais Com easyJet, Air Méditerranée, Air France



119 Voos semanais Com TAP Portugal, Air France

51 Voos semanais Com TAP Portugal, Transavia France, Aigle Azur, IBERIA, Vueling Airlines







79 Voos semanais Com TAP Portugal, IBERIA, Vueling Airlines


67 Voos semanais Com TAP Portugal, Transavia France, Aigle Azur, IBERIA, Vueling Airlines