Emirados Árabes Unidos (AE)


Os Emirados Árabes Unidos, abreviado EAU, foram fundados em 1971 como uma federação de sete xecados e estão no Médio Oriente, na Península Árabe. Os EAU condividem suas fronteiras com a Arábia Saudita, o Sultanado de Omã e o Qatar. Além disto, pertence ao território de EAU ainda cerca de 200 ilhas no Golfo Pérsico, das quais Sir Bani Yas, Abu al-Abiad, Dalma, al-Jasat, Sir Abu Nuair, al-Karmain, Abu Musa e Sirri são as maiores. Politicamente, os EAU pertencem à Liga Árabe e, devido à sua riqueza em petróleo, é um membro constante da OPEP.

Geografia:
O relevo dos EAU é dominado pelo deserto de Rub al-chali, que ocupa cerca de 70% de todo o território e torna-se um terreno com muito pedregulhos e areia na costa. Nesta região há muitos pântanos de sal e onde, à excepção dos oásis de deserto, vive a maioria das pessoas nos emirados. Ao leste, o maciço de Hajar eleva-se até uma altura de 2.000 metros, onde está a maior elevação do país enquanto o resto do país somente a 100 metros acima do nível do mar. O maciço de Hajar também é muito conhecido pelo facto de possuir ricas reservas de água doce, rios (a artéria vital de toda a região) e através de sua paisagem montanhosa e verde do lado nordeste do país.

Clima e melhor época para visitar:
Os EAU é uma das regiões mais quentes da terra; chuva cai esporadicamente em alguns dias no inverno e durante o ano inteiro domina um clima tropical seco que torna-se mais húmido nas costas e, em condições de vento desfavoráveis, pode chegar a 100%. As temperaturas médias diárias atingem entre Novembro e Abril de 26° C e , com isto, tornam a visita mais agradável do que nos meses de verão podem chegar a 45°C.

Idioma:
O idioma oficial do país é o árabe. Em via de regra, o inglês é compreendido em todos os lugares. Em grandes hotéis não há problemas de entendimento com alemão e francês. Os estrangeiros residentes no EUA pode ser de grande ajuda porque a maior parte dos casos falam fluentemente o árabe.

Saúde e vacinação:
Recomenda-se a vacinação contra hepatite A, tifo, poliomielite, difteria e tétano. Nas grandes cidades estão assegurados excelentes serviços de assistência médica. É importante possuir um seguro de saúde válido em todo o mundo e que assegure explicitamente a repatriação dos Emirados Árabes Unidos ou a transferência para outro país, em casos de emergência. Além disto, recomendamos o consumo de água engarrafada; os frutos devem ser descascados e as verduras e legumes deverão ser cozidos. Visto haver perigo de infecção, deve-se portar também um pequeno kit de remédios consigo.

Entrada no país:
Não é necessária a obtenção do visto de entrada. Os cidadãos nacionais deverão apresentar apenas o passaporte com validade mínima de seis meses.

Anreise und Weiterreise: Die Emirate sind dank des sehr preiswerten Kraftstoffes ein sehr wichtiges Drehkreuz  für viele Airlines auf ihrem Weiterflug nach Fernost bzw. Austral-Ozeanien. Dementsprechend gestaltet es sich nicht besonders schwer, preisgünstig einen Flug von allen wichtigen europäischen Flughäfen nach Dubai (DXB), Abu Dhabi (AUH) oder Sharjah (SJH) zu bekommen. Die Lufthansa fliegt z.B. mehrmals wöchentlich ab Frankfurt (FRA) oder ab München (MUC) nonstop nach Dubai.  Für Reisende, die vor allem ab Dubai oder Abu Dhabi eine weiteren Inlandsflug benötigen, empfiehlt sich eine Buchung bei der nationalen Fluggesellschaft Emirates (EK), da sie alle weiteren Inlandsflüge z.B. nach  Fujeirah (FJR) oder nach Ras al-Khaimah (RKT) anbietet.

Chegada e prosseguimento da viagem:
Os Emirados, devido ao combustível relativamente barato, tornaram-se uma base muito importante para muitas companhias aéreas em sua rota para a Ásia ou Oceania.

Capital:
O aeroporto da capital, Abu Dhabi, está a cerca de 30 km de distância do centro da cidade é é acessível por meio de uma moderna auto-estrada em cerca de 35 minutos. Abu Dhabi, com cerca de 2,5 milhões de habitantes é o maior e o mais rico Emirado de todo o VAE e possui, graças ao grande boom do petróleo, auto-estradas excelentes, aeroportos e campos de golf. A cidade também é chamada «Veneza do Oriente», pois a cidade fica em uma ilha e está ligada ao continente por meio de muitas pontes. A característica de Abu Dhabi é, principalmente, a arquitectura extravagante que é uma das mais modernas do mundo mas que ainda guarda algumas relíquias do passado. Para ganhar-se uma boa impressão desta metrópole oriental, deve-se reservar pelo menos um dia para descobri-la. Merece ainda ser visto fort von Divan Amiri, construído em 1793, principalmente as inúmeras mesquitas em todos os lugares na cidade e que se pode visitar; e também uma aldeia árabe tradicional montada especialmente para ilustrar a vida antes do boom do petróleo. O bairro de Batin oferece grandes possibilidades de compras na cidade velha. Ali pode-se observar artesãos trabalhando tradicionalmente e descansar e tomar uma xávena de chá. Ao final do dia, recomendamos um passeio em um dos barcos ao longo de Corniche Road, onde pode-se admirar a grandiosa silhoueta da cidade de Abu Dhabis.

Atracções turísticas e praias:
O aeroporto de Dubai está a 5 km ao sudeste do centro da cidade e pode ser acedido facil e rapidamente com os transportes públicos. Este emirado super moderno possui em toda a sua zona metropolitana cerca de 1,3 milhões de habitantes e desenvolveu-se tão rapidamente nas últimas três décadas que o escritório de informações turísticas entrega ao visitante um livro sobre a cidade e não os usuais prospectos. A cidade em si é a jóia dos EAU e é considerada por homens de negócios e turistias como um excelente destino ou escala devido à sua atmosfera vivaz e cosmopolita. O emirado oferece uma grande gama de actividades e diversos formas de lazer. Pode-se combinar, por exemplo, durante o dia um passeio de jeep no deserto, nadar em águas cristalinas ou jogar golf. Dubai tornou-se conhecida, principalmente, como a meca do consumo no deserto, pois em todas as partes há shopping centers tipo freeshops que convidam o visitante. Também merecem ser visitados os tradicionais souks árabes, com a magia do oriente. Ali dão-se os regateamentos rituais, típicos do mundo árabe. Muito interessante aos turistas é o «New Gold» no bairro Bur Deira, pois ali paga-se ouro 22 por gramas e não pelo trabalho de ourivesaria. E também merecem ser visitadas na cidade velha de Dubai as antigas casas de argila e coral, não mais tão numerosas, com suas esplêndidas portas de madeira entalhada e torres de vento utilizadas para refrescar o bairro. A fama de Dubai em nível mundial deve-se aos projectos arquitectónicos arrojados dos últimos anos – por exemplo: o Palm Island, que é uma ilha artificial em forma de palmeira; o dubei Island e o dubai Waterwold, um parque de diversões aquáctico. Outras atracções de Dubai são: o maior resort de esqui indoor do mundo, bam como o único hotel de luxo do mundo com 7 estrelas, o Burj al-Arab. Com 321 metros de altura, o Burj al-Arab é o maior hotel do mundo e o símbolo do Emirado. Está na praia de Jumeirah, na ilha artificial que está ligada ao continente por uma ponte com 280 metros. Mas fora do centro da cidade há muitas coisas por descobrir: o sítio arqueológico de Qassis, que está só a 7 km do centro de Dubai.

O aeroporto de Sharjah está a cerca de 12 km ao leste do centro da cidade e é importante principalmente por suas conexões com os países vizinhos. Além disto, o terceiro maior aeroporto dos EAU também o aeroporto de cargas mais importante do Médio Oriente. O Emirado de Sharjah encontra-se no golfo Pérsico e possui cerca de 700.000 habitantes. A cidade e si mesma é pequena e abriga os centros de comércio e administração mais importantes do estado. Ali merece ser visto, principalmente, a Área da Herança (Heritage Area), em que existem ainda algumas construções em estilo islâmico ainda bem conservadas, bem como souks cobertos e várias mesquitas. As jóias de Sharjahs são os vários parques que são acessíveis durante todo o dia e, principalmente, procurados pelos habitantes durante a noite para grandes comemorações familiares ou para o relaxamento. Sharjah também é conhecida por suas maravilhosas praias que são deveras procuradas por mergulhadores. As praias de areia dourada da costa oriental são as mais bonitas de toda a EAU e oferecem excelentes possibilidades para a práctica de desportos aquáticos. E, ainda para mencionar: Sharjah é um emirado extremamente conservador e o consumo de bebidas alcóolicas – mesmo para estrangeiros – é extremamente proibido.

Imperdível:
Uma diversão muito popular entre os habitantes e os turistas é o chamado Wadi-Bashing, uma viagem com um jeep “todo o terreno” pelos leitos secos dos rios no deserto. Maravilhosas e estonteantes são também as dunas de areia perto de Aweer, que estão dentro de um parque nacional. Os safaris no deserto são oferecidos em todas as grandes localidades por várias operadoras de turismo locais, em todas as línguas possíveis.

Religião
:
O islão é a religião estatal dos EAU, em que 97% da população é praticante do islão sunita. Existe além deste ainda uma pequena minoria de cristãos. Trabalhadores estrangeiros podem practicar suas religiões sem problema algum.
.
Grandes cidades e acomodação:
Dubai-City, Abu Dhabi, Sharjah, al-Ayn, Adjman, Ra's al-Khaymah, Rujayrah, Umm al-Quwayn, Chor Fakkan e Dibba.